Política SIG Sistema Integrado de Gestão

Através da identificação sistemática dos desafios mais importantes em termos de competitividade e política de atuação, a TUTIGAS encontra-se ciente do quadro cada vez mais competitivo em que se insere ao nível económico, social e ambiental. Por outro lado, a TUTIGAS, cuja atividade consiste em operações de trasfega e armazenagem de gás butano e propano, insere-se no âmbito da aplicação do Decreto-Lei 150/2015 de 5 de Agosto enquadrando-se no tipo de instalações de perigosidade superior.



Neste enquadramento, é Política da TUTIGAS:

  • Garantir a satisfação dos seus clientes numa prática de melhoria contínua da qualidade dos seus produtos, na inovação das soluções e da excelência nos serviços;
  • Garantir a maturidade crescente da organização e das atividades desenvolvidas, melhorando sistematicamente as medidas necessárias para evitar acidentes graves e limitar as suas consequências para o Homem e para o Ambiente;
  • Manter um sistema organizacional coordenado que assegure a satisfação de todas as partes interessadas para a garantia de elevados padrões de produtos e serviços, para um elevado nível de proteção do Homem e do Ambiente e garantindo a segurança dos colaboradores.


Para o efeito, o compromisso da TUTIGAS passa pelo cumprimento da legislação aplicável e pela melhoria contínua do seu Sistema Integrado de Gestão de Qualidade e Segurança para a Prevenção de Acidentes Graves envolvendo Substâncias Perigosas (SIG), comprometendo-se a:

  • Atuar em conformidade com procedimentos e instruções sistematizados e no cumprimento da legislação, regulamentação e normas aplicáveis, nomeadamente no que respeita aos requisitos das Normas NP EN ISO 9001:2008 e no Decreto-Lei 150/2015 de 5 de Agosto;
  • Definir e comunicar a autoridade e responsabilidade no âmbito do SIG a todos os colaboradores e prestadores de serviço, promovendo a sua formação e informação de modo a garantir bom desempenho nas suas funções;
  • Envolver ativamente todos os colaboradores através de desenvolvimento das competências e da sensibilização para os perigos e riscos decorrentes das respetivas atividades;
  • Analisar e rever periodicamente o cumprimento de objetivos e metas enquadrados por esta Política, com vista à melhoria contínua de todos os aspetos associados ao seu sistema de gestão;
  • Assegurar mecanismos eficazes para evitar acidentes graves e limitar as suas consequências;
  • Promover a realização de simulacros de situações de emergência;
  • Assegurar a comunicação de emergências a todas as partes interessadas.